quarta-feira, 4 de setembro de 2013

22 anos sem Freddie Mercury!




Freddie Mercury foi um grande cantor, pianista e compositor que ficou mundialmente famoso como vocalista da banda britânica de hard rock Queen, que ele formou ao lado do guitarrista Brian May e do baterista Roger Taylor em 1971, sob o nome Smile. O  nome "Queen" foi adotado logo depois do recrutamento do baixista John Deacon.  Freddie integrou a banda de 1970 até o ano de sua morte.
Mercury se tornou célebre por sua voz poderosa e incrível domínio do palco que conquistou plateias pelo mundo afora, durante mais de duas décadas. É considerado pela crítica como um dos maiores artistas de todos os tempos!
Freddie Mercury, nome artístico de Farrokh Bulsara, nasceu em Zanzibar, uma ilha próxima à costa leste da África, em 5 de setembro de 1946 e morreu em 24 de novembro de 1991. Aos 8 anos, foi mandado para a St. Peter Boarding School, uma escola inglesa perto de Bombaim, na Índia. Foi lá onde começou a ser chamado Freddie pelos colegas e onde formou sua primeira banda - The Hectics. Freddie retornava à sua ilha natal somente nas férias.
 Aos 17 anos de idade, um acontecimento histórico acabou fazendo com que sua vida e sua carreira musical tomassem um rumo diferente. Em 1963, Zanzibar se tornou independente e em 1964, estava à beira de uma revolução liderada pelo partido africano. Por razões de segurança, muitos ingleses e indianos abandonaram a ilha,  entre eles a família Bulsara, que acabou se instalando em Feltham, Middlesex, um subúrbio de Londres. 
Apaixonado pelas artes, Freddie entra para o Ealing College of Art, em setembro de 1966, a fim de seguir um curso de ilustração gráfica. No Ealing ele se tornou amigo de Tim Staffell, vocalista e baixista de uma banda chamada Smile, cujos demais componentes vinham a ser Brian May e Roger Taylor.
O contato com o Smile acendeu em Freddie a vontade de fazer parte de um grupo de rock. Ele passou por algumas bandas que tentavam encontrar espaço no cenário musical londrino: Ibex, Sour Milk Sea e Wreckage, mas quando Tim Staffell resolveu sair do Smile para formar um novo grupo, Freddie não pensou duas vezes para se unir a Brian e Roger.
Um pouco antes do lançamento do primeiro disco do Queen, ele decidiu mudar seu sobrenome para Mercury. Embora a maior parte de sua carreira se confunda com a do Queen, Freddie Mercury também lançou alguns trabalhos solo: os LPs Mr. Bad Guy (1985) e, com a diva Montserrat Caballé, Barcelona (1988), e participou do musical Time, de David Clark.
Aficcionado pelo balé chegou a fazer uma apresentação beneficente, dançando Bohemian Rhapsody com o Royal Ballet de Londres, em 1979. Tanto o balé como a ópera foram elementos fundamentais no desenvolvimento de sua performance.
Como compositor, Mercury criou a maioria dos grandes sucessos do Queen, como "We Are the Champions", "Love of my Life", "Killer Queen", "Bohemian Rhapsody", "Somebody to Love", "Don't Stop Me Now" e muitos outros. Além de seu trabalho na banda, Mercury também lançou vários projetos paralelos, incluindo um álbum solo, "Mr. Bad Guy", em 1985, e um disco de ópera ao lado da soprano Montserrat Caballé, "Barcelona", em 1988.
Freddie Mercury faleceu em 24 de novembro de 1991, vítima de broncopneumonia, acarretada pela AIDS, em 1991, um dia depois de ter assumido a doença publicamente. Seu funeral ocorreu em Londres três dias depois, assistido por trinta e cinco pessoas, incluindo a família de Freddie, os membros e o empresário do Queen, Mary Austin, Jimm Hutton e poucas outras pessoas. O corpo do cantor foi cremado no Cemitério de Kensal Green, e suas cinzas foram entregues a Mary Austin, sendo que apenas ela, Jim Hutton, a família do cantor e os membros do Queen sabem onde as cinzas foram depositadas, e nunca revelaram seu paradeiro.
Freddie é lembrado por seus amigos e colegas como um espírito livre, criativo, generoso, cheio de energia, talento e excelente senso de humor. Seu trabalho no Queen ainda lhe gera reconhecimento até os dias de hoje, pois Mercury é citado como principal influência de muitos outros cantores e bandas.